• Quarta-Feira, 06 de Julho de 2022
  • 18:36h

UNESIN ENTREGA SUGESTÕES PARA O PLANO DE MOBILIDADE URBANA

UNESIN ENTREGA SUGESTÕES PARA O PLANO DE MOBILIDADE URBANA

O Plano de Mobilidade Urbana de Sinop foi debatido na tarde dessa quarta-feira (22), em Audiência Pública, no Centro de Eventos Dante de Oliveira. O encontro, realizado pela Secretaria de Trânsito e Transporte Urbano, foi um importante momento de apresentação do estudo sistematizado do trânsito de Sinop, elaborado por uma empresa especializada, assim como uma oportunidade para a população debater, junto com a Prefeitura de Sinop, as melhorias para o trânsito da cidade. 

A União das Entidades de Sinop participou da Audiência com a presença do presidente Carlos Henrique Soares da Fonseca, o presidente da Comissão Estratégica da UNESIN pró-resolução dos problemas de mobilidade urbana de Sinop Carlos Celso Martins além de representantes das 24 entidades quer fazem parte da União.

Na oportunidade a UNESIN entregou ao Prefeito Roberto Dorner, ao Secretário Municipal de Trânsito e Transporte Urbano de Sinop Major PM Joubert Sacramento e aos vereadores presentes um documento com sugestões para o Plano de Mobilidade.

“Desde o momento que o diagnóstico foi disponibilizado as entidades e a comissão de mobilidade se debruçaram no documento para analisar o mesmo e fazermos nossas sugestões para melhorar a mobilidade de pessoas, bicicletas, motos, carros, ônibus e caminhões”, explicou Carlos Henrique.

“Na realidade o assunto vem sendo estudado pela nossa comissão desde janeiro de 2021 e já tínhamos alguns apontamentos a fazer, analisando o diagnóstico aumentamos um pouco nossa lista agora vamos aguardar para ver como nossas sugestões serão absorvidas”, destacou Carlos Celso, 

O plano inédito é um instrumento de planejamento que servirá como diretriz para os gestores da secretaria a longo prazo. O plano apresenta estudos e sugestões sobre adequações da malha viária, aplicação de ciclovias, uso do transporte público, regulamentação do tráfego de veículos de cargas, entre outros apontamentos.  A população ainda pode fazer os questionamentos e apontamentos relacionados ao plano por meio de e-mail, no endereço eletrônico sinop.planmob@gmail.com, até as 18h dessa quinta-feira. O plano apresentado, foi elaborado pela empresa Systra Engenharia e Consultoria Ltda e foi doado ao município pelo Shopping Sinop.

Segundo a prefeitura após a Audiência Pública, a empresa terá aproximadamente 30 dias para concluir as adequações e sugestões propostas, para então encaminhar ao município, que deverá, por sua vez, encaminhar a Câmara de Vereadores para aprovação na forma da lei. 

Além da UNESIN que destacou-se na audiência participaram do evento vereadores, secretários municipais, entidades ligadas ao comércio e prestação de serviços (CDL, Aces, AELOS, Arqnorte, Aenor, Cooperlog, entre outras), Shopping Sinop, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Ministério Público e representantes da empresa que elaborou o Plano.


Veja o documento entregue pela UNESIN:

Ofício nº 018/2022. Sinop, MT, 20 de Junho de 2022.

Exmo Sr Roberto Dorner - Prefeito de Sinop
Exmo Sr Major PM Joubert Sacramento Secretário Municipal de Trânsito e Transporte Urbano de Sinop
Exmos Srs Vereadores de Sinop

Assunto: Sugestões para o Plano de Mobilidade Urbana de Sinop 


A UNESIN – União das Entidades de Sinop, constituída e avalizada por 24 entidades da sociedade civil, que representam todo o município e tem trabalhado pelo desenvolvimento, fortalecimento e crescimento de Sinop e região, por meio da Comissão Estratégica pró-resolução dos problemas de mobilidade urbana de Sinop, que tem como presidente Carlos Celso Martins, vem mui respeitosamente, apresentar nossas sugestões para o Plano de Mobilidade Urbana de Sinop.

Viemos por meio deste trazer pontuações acerca do plano de mobilidade urbana apresentado a esta comissão. Em primeiro lugar, importante pontuar que o plano apresentado considera o município no ano de 2017. 

Em tantos outros lugares do Brasil, talvez o tempo não representasse tamanha disparidade com a realidade presente, mas Sinop tem taxa de crescimento muito acima da média brasileira, de modo que é fácil observar o quanto o trabalho feito está desatualizado.
Além disso, existem importantes pontos, comércios e indústrias não citados no documento, a exemplo do mercado Assaí, da faculdade Fastech, dos hotéis Vie e Transamérica e das indústrias presentes na MT 140, na MT 220 e na MT 423.

No mérito do plano, a comissão possui importantes considerações. Em primeiro lugar, há necessidade urgente de implantação de semáforos nos cruzamentos entre avenidas, já que a solução atual (rótulas) não é nem de longe suficiente para atender o movimento de veículos e ciclistas.

Seguindo, é de suma importância a padronização e regularização de faixas de pedestres, quebra molas e faixas elevadas, de modo que permitam a passagem de portadores de necessidades especiais, ambulâncias, pedestres, etc.

Outro ponto importante é a interligação de ciclovias e pistas de caminhada, devido ao fato de que atualmente são elas picotadas e sem continuidade entre bairros ou entre avenidas, o que causa problemas sérios de trânsito na medida em que é necessária diariamente a passagem de pessoas e de bicicletas por vias feitas exclusivamente para o tráfego de veículos.

Quanto ao uso correto e seguro da BR163, que corta ao meio a cidade, é fundamental a instalação de viadutos nas principais avenidas de passagem, bem como a criação de passarelas para pedestres e ciclistas. Dessa forma, será possível a melhoria do fluxo de trânsito e, principalmente, a diminuição de acidentes naquelas regiões.

Claramente, o município de Sinop enfrenta um problema com o trânsito de caminhões em perímetro urbano, o que prejudica os próprios caminhoneiros, os motoristas, os pedestres e até mesmo o asfalto em determinados locais.

Para resolução dessa situação, é preciso, em primeiro lugar, instalar placas que indiquem as restrições a que estes veículos estão sujeitos, considerando que todas aquelas pessoas que não residem ou frequentam a região sequer tem conhecimento de quais as vias podem ou não utilizar, por exemplo.

Não bastasse isso, imperiosa a indicação, por meio de placas nos principais pontos de fluxo, dos caminhos para as rotas mais comuns, a exemplo de Ipiranga do Norte, do aeroporto e da saída para a BR163. Isso, mais uma vez, evita trânsito desnecessariamente longo para aqueles que não conhecem por inteiro o município.

Mais além, são necessárias vagas de estacionamento para carga e descarga de caminhões, com o mesmo rigor de fiscalização das vagas destinadas a deficientes, idosos, etc. Essa atitude contribui com a resolução do problema de caminhões estacionados em locais impróprios e, com isso, aumenta até mesmo o número de vagas existentes em locais estratégicos para veículos, além de facilitar manobras e trabalhos feitos pelos caminhoneiros.

Por fim, propõe-se a doação de área para entidade ligada ao setor de transportes para a criação de um pátio de triagem de caminhões, que faria a retenção dos veículos em local fora do perímetro urbano, controlando entrada e saída, carga e descarga e evitando, com isso, o excesso de veículos pesados em trânsito no centro da cidade.

Uma maior organização nesse sentido permitiria o maior conforto para os motoristas durante cargas e descargas, maior comodidade de estacionamento para clientes nos estabelecimentos que passariam a receber paulatinamente caminhões e produtos e um fluxo mais controlado no perímetro urbano do município.

Faz-se preciso integrar o plano de mobilidade com o plano diretor, de modo que toda a estrutura urbana esteja conectada, gerando situações como arborização em ciclovias e passagens de pedestres, o que melhoraria o clima, e compatibilização de todos os equipamentos públicos, desde árvores, placas e passarelas até semáforos e rampas, de modo que haja interlocução adequada entre eles para melhoria do transporte urbano geral. 
Propomos, ainda, a previsão de anel viário, em ambos os lados da rodovia, no sentido Cuiabá-Pará. 

Não menos importante, é fundamental o aumento do viaduto da Av. Julio Campos em direção ao Shopping Sinop, devido ao grande fluxo existente na região. 

Sendo o que tínhamos para o momento, colocamo-nos a disposição para qualquer esclarecimento e ficamos no aguardo de vossa resposta. Certos de contarmos com vosso apoio desde já agradecemos e reiteramos votos de elevada estima e consideração.

Atenciosamente,

Carlos Celso Martins
Comissão Estratégica da UNESIN pró-resolução dos problemas de mobilidade urbana de Sinop

Carlos Henrique Soares da Fonseca
Presidente da UNESIN – União das Entidades de Sinop
ACES – Associação Comercial e Empresarial de Sinop,
ACRINORTE - Associação dos Criadores do Norte de Mato Grosso,
AELOS - Associação das Empresas Loteadoras de Sinop,
AENOR/MT - Associação dos Engenheiros e Agrônomos do Norte MT,
AMS - Associação Médica de Sinop,
APAMS – Associação Protetora dos Animais do Município de Sinop,
ARQNORTE - Associação dos Arquitetos do Norte de Mato Grosso,
ASCCONT - Associação Sinopense dos Contadores e Contabilistas,
Associação Floresta Urbana de Sinop,
Associação Hotéis de Sinop Convention & Visitor Bureau,
CODENORTE- Conselho de Desenvolvimento do Norte de MT,
COOPERLOG - Cooperativa de Transportadores e Profissionais da Área de Logística e Transporte de Cargas de Sinop,
COPAS - Conselho de Pastores Evangélicos de Sinop e Região,
EMBRAPA Agrossilvipastoril,
Lions Club de Sinop,
Lojas Maçônicas de Sinop,
Mitra Diocesana de Sinop,
OAB - Ordem dos Advogados do Brasil (Sinop/MT),
Rotary Club de Sinop,
SEBRAE,
Sindicato Rural de Sinop,
SINDUSMAD - Sindicato das Indústrias Madeireiras do Norte de MT,
UFMT - Universidade Federal de Mato Grosso - Campus Sinop
UNEMAT - Universidade do Estado de Mato Grosso - Campus Sinop

Fonte: UNESIN

Autor: Daniele Melhorança