• Quarta-Feira, 17 de Agosto de 2022
  • 09:13h

Prefeitura de Sinop debate amanhã, em Audiência Pública, implantação do Plano de Mobilidade Urbana

Prefeitura de Sinop debate amanhã, em Audiência Pública, implantação do Plano de Mobilidade Urbana

O Pano de Mobilidade Urbana de Sinop, inédito, será debatido amanhã (22) em Audiência Pública. O evento, realizado pela Secretaria de Trânsito e Transporte Urbano, começa às 14h no Centro de Eventos Dante de Oliveira, localizado na avenida Alexandre Ferronato, n. 1.645, Cidade Jardim. Esse é o momento em que a população poderá debater, junto com a Prefeitura de Sinop, as melhorias para o trânsito da cidade.

O plano está pronto e foi elaborado pela empresa particular, Systra Engenharia e Consultoria Ltda. Ele pode ser consultado, livremente, no site da prefeitura (AQUI). O secretário da pasta major Joubert Sacramento explica que, mesmo que o plano já esteja elaborado, uma alteração pode ser feita, mas somente em Audiência Pública.

“Após a audiência, serão feitas as adequações ao plano conforme debate e aprovação na audiência e depois será transformado em projeto de lei. Esse projeto vai para câmara e após aprovado pelos vereadores, se tornará lei”, explicou ele sobre os próximos passos.

O plano inédito é um instrumento de planejamento que servirá como diretriz para os gestores da secretaria a longo prazo. “Esse plano é um desejo e preocupação do prefeito Roberto Dorner, que direcionará as decisões a serem tomadas para o trânsito pelos próximos 10 à 15 anos. Então é importante que a população participe, manifeste as sugestões, esteja na audiência pública, para que juntos possamos construir um plano totalmente viável e estável para nosso município”, ressaltou.

Consulta Pública

Aberta desde o dia 24 de maio, o período de consulta pública do Plano de Mobilidade Urbana de Sinop termina hoje (21/06). A população ainda pode fazer os questionamentos e apontamentos relacionados ao plano por meio de e-mail, no endereço eletrônico sinop.planmob@gmail.com.

Todas as sugestões ou apontamentos realizados por e-mail, até a data limite, serão lidas e debatidas na Audiência Pública. Só serão aceitas as manifestações que forem identificadas com nome, endereço e entidade representativa.

Fonte: Assessoria da Prefeitura

Autor: Roneir Corrêa