• Quarta-Feira, 06 de Julho de 2022
  • 19:24h

MT volta a subir receita e chega a R$ 10,7 bi em quatro meses

MT volta a subir receita e chega a R$ 10,7 bi em quatro meses

Mato Grosso aumentou em R$ 2 bilhões a sua receita total nos primeiros quatro meses do ano. Ao todo, foram R$ 10,7 bilhões em receita de janeiro a abril. No mesmo período, no ano passado, o total era de R$ 8,6 bilhões. Um aumento de 23,82%.

 

Os dados do balanço das Metas Fiscais do 1º Quadrimestre de 2022 foram divulgados na última semana pelo secretário de Fazenda, Fabio Pimenta.

 

Ainda de acordo com os números, a receita tributária é a maior parte do bolo, chegando a R$ 7,5 bilhões . O Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) e o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), registraram o maior crescimento, com 28,72% e 78,08%, respectivamente.

 

O ICMS arrecadou R$ 6,5 bilhões enquanto o IPVA chegou a R$ 460,15 milhões

Já entre as transferências, vindos do Governo Federal a Mato Grosso, o Fundo de Participação dos Estados (FPE) e o Fundeb (Fundo da Educação Básica) somaram os maiores valores, com R$1,1 bilhão e R$ 925,41 milhões, respectivamente.

 

Caixa de R$ 4 bi

 

Já as despesas do Estado chegaram a R$ 6,7 bilhões, um crescimento de 15,85% em relação ao mesmo período de 2021. Naquele ano, as despesas chegaram a R$ 5,7 bilhões.

 

Deste total, o maior gasto fica com a folha salarial dos servidores públicos, que chegaram a R$ 4,2 bilhões.

Com estes valores, a diferença entre receita e despesa ficou de R$ 4 bilhões, um crescimento de 39,90% em relação ao ano anterior.

 

“Os dados mostram que nos meses de janeiro a abril, o Governo manteve o resultado positivo com equilíbrio fiscal, aumento da arrecadação e capacidade para honrar os compromissos, fazendo entregas e investimentos importantes em todas as áreas”, disse Pimenta.

 

Veja os gráficos:

 

 

 

Fonte: midianews

Autor: DOUGLAS TRIELLI DA REDAÇÃO Foto Reprodução/João Vieira