• Quarta-Feira, 17 de Agosto de 2022
  • 08:43h

Dentro do presídio em suas selas Dois detentos são achados mortos

Dentro do presídio em suas selas Dois detentos são achados mortos

Dois reeducandos identificados como Adriano Martins da Silva e César Pereira dos Santos, foram encontrados mortos na madrugada desta terça-feira (2), no Complexo Penitenciário Ahmenon Lemos Dantas, em Várzea Grande. As mortes foram confirmadas pela Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT). No sábado (30), outros dois presos foram achados mortos na Penitenciária Central do Estado (PCE). 

 

Segundo informações apuradas os corpos foram achados por policiais penais em um intervalo de 2h. O primeiro a ser encontrado foi o Adriano por volta das 03h30 no 'Bloco de Triagem' e logo após as 05h50, foi César no bloco Industrial, onde os reducandos costumam trabalhar.

 

Até o momento não há informações sobre o que teria ocasionado a morte de ambos. A Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) foi acionada para análise da ocorrência e liberação dos corpos. O caso está sendo investigado pela Polícia Judiciária Civil. 

No último sábado (30), dois detentos foram encontrados mortos em celas da Penitenciária Central do Estado (PCE) em Cuiabá. As vítimas foram identificadas como Juliano Rodrigo Pereira, de 35 anos, e Diego Rodrigues dos Santos, de 29, membro da organização criminosa Comando Vermelho.

 

Segundo a Sesp (Secretaria de Estado de Segurança Pública), Juliano e Diego morreram em celas diferentes - um no raio 4 e outro na raia 6. A secretaria disse, em nota, que as circunstâncias da mortes serão apuradas em um inquérito policial.

Fonte: gazetadigital

Autor: Vithoria Sampaio Foto Michel Alvim